terça-feira, 19 de dezembro de 2006

O Medo de permanecer na penumbra













Meu coração amanheceu na escuridão,
Penumbra feito um muro sem fim
Coração murcho, e sem motivo pra sorrir
Porque meu coração ainda chora
por ontem, a dor do ir
Ida sem uma palavra, ou despedida.
Por ter ficado com
o verso, o dorso, as tuas costas,
essa foi a ultima visão que tive.

____________________________________________


Queria contar que meu fim de semana foi incrível!
Deu tudo certo...minha banda arrecaçou no som...e de brinde, eu ainda me entendi com um grande amigo, que eu achei ter perdido...mas é verdade que nada dura pra sempre...inclusive as brigas. Tudo foi esclarecido, e acabou em lágrimas de felicidade e um grande abraço, e quase sem palavras, tudo foi resolvido apenas com um cruzamento de olhares sinceros.
Mas é claro que a conversa foi inevitável. Eu fico muito feliz por ter recuperado esse amigo, e ter entendido que os maus entendidos acontecem à todo momento, e é difícil percebê-los quando se tem um bando de gente mal intencionada, ou invejosas...sei lá o que aconteceu, mas o fato é que algumas pessoas de fato se aproveitaram da situação pra pixar ainda mais a confusão...mas...
Felizmente tudo foi resolvido.
Eu to feliz..."por isso"

Mas triste por outras coisas...

Ontem, acabei passando perto de um abismo, e eu dei uma pisada em falso e quase cai...ainda estou à beira desse abismo, balançando, com medo de cair...e ficando tonta com a visão lá embaixo...não tá dando pra ver o chão...e isso me apavora.
Amor...me desculpe, mas eu não merecia ter ficado com a visão das suas costas.
____________________________________________________________

Te vejo errando e isso não é pecado
Exceto quando faz outra pessoa sangrar
Te vejo sonhando, e isso dá medo
Perdido num mundo que não dá pra entrar
Se não souber voltar, ao menos mande noticia
Cê acha que eu sou louca,
mas tudo vai se encaixar...
To aproveitando cada segundo,
antes que isso aqui vire uma tragédia
E não adianta nem me procurar
em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo,
só você não viu...
Você tá sempre indo e vindo, tudo bem!
Dessa vez eu já vesti minha armadura
E mesmo que nada funcione...
Eu estarei de pé...de queixo erguido.
Depois você me vê vermelha e acha graça,
mas eu não ficaria bem na sua estante...
Só por hoje não quero mais te ver.
Só por hoje não vou tomar minha dose de você.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2006

Sensação de vazio...Denovo? Por que?

Acordei estranha hoje,
Uma estranha sensação de vazio sem motivo.
Sensação de que falta alguma coisa.
Algo que eu deixei de fazer,
Algo que eu deixei de dizer,
Ou algo que está pra acontecer,
E o meu "sexto sentido" já pressente.
Ainda não consigo definir se isso é ruim...
Talvez ao longo do dia eu perceba.
Talvez seja a falta de vergonha,
Falta de juizo,
Falta de bom senso em alguns momentos,
Ou falta de amigos,
Falta de bons conselhos...
Existem bons conselhos?
Já sei!!!
É a falta de experiência,
Me falta mais convivência com o mundo,
Com o mundo verdadeiro
Nú e crú, cruel como ele realmente é!
Na verdade, eu sempre tive certeza
de que tinha os meus pés no chão.
Quanta ironia...
Sempre condenei os "sonhadores de olhos abertos"
Quando dei por mim...
O chão estava longe dos meus pés.
Fiquei com um medo absurdo de cair de lá de cima.
O chão estava muito, muito longe dos meus pés.


ish...sinceramente, não sei porque eu escrevi isso...abri meu blog só pra dizer que eu acordei com essa sensação de vazio...e de repente saiu tudo isso.

quarta-feira, 29 de novembro de 2006

Apesar De Tudo...

Bom, apesar de tudo que tem acontecido nos ultimos dias, de algumas decepções com pessoas por quem eu tinha muita consideração, e pessoas em quem eu confiava, estou feliz. To vivendo plenamente, procurando ignorar e esquecer as coisas me entristecem, afinal...a fila anda meu bem!!!
Ah, infelizmente não conseguimos nos classificar no festival "Canta Cidade Tiradentes", mas o festival foi legal, a aparelhagem é muito foda!!! Foi um dia agradável apesar da frustração. É foda qdo a gente acredita no nosso trabalho, mas os outros não. Mas tudo bem...até o ano que vem a gente tem tempo pra fazer algo que vai deixar todos de queixo caído...rsrsrs (quanta pretenção!!!)
Deixa eu contar uma coisa...estou vivendo um AMOR incrível, confesso que no início eu não botava muita fé, mas descobri que encontrei meu par perfeito. Uma pessoa igual à mim em todos os aspectos, comportamento, temperamento, ideais, gostos musicais...nossa...não sei nem o que dizer. Nós precisávamos um do outro.
Tenho certeza que o que falta pra completar nossa felicidade é somente um canto "NOSSO", particular, cheio de privacidade e intimidade, mas acho que isso não vai demorar a acontecer. Muitos planos...aaaaaaaaaaaaaah.

Comentário Extra:

No final da apresentação das bandas no festival, enquanto os jurados cuidavam da classificação das bandas, se apresentou um cantor chamado Élio Camalle. Posso dizer que ele salvou o dia, pois apresentou canções compostas por ele que me surpreenderam. E a canção que mais me chamou a atenção, mas que a maioria, inclusive os organizadores do festival torceram o nariz pra música, foi a música chamada "Sai da Cruz".
Ele foi finalista no festival de música da Tv Cultura, mas foi descriminado por causa da lerta, que é muito forte, porque diz algumas verdades sobre o mundo. E a verdade choca e dói nas pessoas que não querem vê-la.

Então, aí vai a letra:

"Sai Da Cruz"
compositor: Élio Camalle

Jesus!
Chega de mirra, chega de chaga,
Desce da Cruz!
Que nesse negócio
Ninguém vai entrar de sócio
Desce daí Jesus!
Jesus!
Chega de mirra, chega de chaga,
Desce da Cruz!
Que isso não dá ibope.
Cê não é cantor de rock
Desce daí Jesus!
Essa coisa de crucificação,
vem ficando um tanto demodê
Tá assim de Cristo no sinal,
fazendo malabares pra viver
É chegada a grande confusão,
o final dos tempos, o dia D
Tem Cristo pregado em construção
de braços abertos pra tv
Vi um Cristo sangrando no jornal,
um homem sem nome ou RG
São tantos secando no sertão,
Tem Cristo de Sampa ao Jalapão,
rezando pra Buda ou Maomé
É Cristo amassando o mesmo pão
que amassam os homens de Nazaré
Pede pro teu pai que te defenda,
com chave de fenda e pedra e pau
Que salvar o mundo é pura lenda,
Melhor mesmo é ver o futebol
Pede à tua mãe que peça aos céus,
que a bênção divina seja a tal
E caia diante dos olhos teus,
uma entrada franca pro carnaval

Quem quizer saber mais sobre o cantor e compositor, inclusive escutar essa música, acesse o site:

http://www.eliocamalle.com.br

A música "Sai da Cruz" está em seu novo cd "Bicho Preto"

Espero ter dado uma boa dica.

quinta-feira, 16 de novembro de 2006

Aquela Menina

(all rights reserved)

Ta vendo aquela criança
Aquela pequena menina
Já está aprendendo a fingir,
E dissimular diante da vida.
Ela já perdeu sua infância,
E já não tem mais vontade de brincar

Ela foi corrompida pela ganância
Abandonou a boneca em casa na cama
Junto com sua inocência, pureza
Ela já não tem mais vontade de brincar

Ela só tem 8 anos de idade
E ainda não sabe ler nem escrever
Sua mãe a tirou da escola
Pra ajudar sua família a sobreviver

Aquela pequena menina
Já não consegue mais sonhar
Já teve o seu corpo vendido
Por isso não vê mais o sol brilhar

Ela é tão pequena e já carrega
Todo o peso do mundo nas suas costas
Por favor alguém devolva seus sonhos
Para que ela possa voltar a brincar....

(Composição: Giselle Vergna de Lima)

terça-feira, 31 de outubro de 2006

Ainda não aprendi como o mundo funciona...mas um dia eu aprendo.

Hoje eu estou me odiando por ser tão ingênua e acreditar nas pessoas. Hoje eu estou me detestanto por ter dedicado um pouco do meu tempo, minha criatividade, minha disposição, minha energia, minha amizade, por ter depositado confiança em pessoas que nem se quer me consideram(porém, não me arrependo de ter ajudado no que estava ao meu alcance fazer). Atualmente, estou sofrendo de uma decepção tamanha, que não consigo medí-la, e nem avaliar a proporção, e o estrago que isso causou em mim.
Uma das pessoas que eu mais gostava, que eu mais considerava, uma das pessoas em quem eu depositei minha confiança, por quem eu coloquei minha mão no fogo várias vezes, quem eu sempre defendi, hoje me apunhalou, e se não o próprio...foi conivente com a situação, e não foi capaz de me defender. Hoje na verdade, eu estou perdendo um pedaço de mim.
Só lamento muito, pois tudo o que eu fiz, foi de coração e sem qualquer interesse a não ser o de ver a coisa dando certo. Eu realmente lamento profundamente meeeeeesmo em ver que nada do que eu fiz foi considerado. Nesse momento eu me sinto um chicletes: Mastiga, mastiga, mastiga, sugando todo o doce...e quando o chicletes perde o gosto, é só cuspir, pegar outro no bolso...e assim por diante.

Eu preciso aprender que é assim que o mundo funciona. Mas eu ainda insisto em acreditar nas pessoas.

Fazer o que?

Vivendo e aprendendo!

E...bom...deixa eu ver o que mais...

A minha vida continua, fiquei muito magoada sim, mas não vou morrer por conta disso, afinal...amigos é o que não me falta(eu acho), e minha vida continua.
Não vou procurar ninguém, e não vou pedir desculpas à ninguém, porque não fiz nada de errado, aliás...até agora, nem eu entendo o que, e porque aconteceu. Também não vou responder à provocações na internet, e nem difamar ninguém, (e olha que...hmmm...vish...nossa...se eu quizesse...bom, deixa pra lá) eu não sou criança. Sou uma pessoa adulta e constumo pensar muito antes de tomar uma atitude precipitada.

Bom, é isso.

O que foi? Tá muito dramático o texto?

É...eu sei, mas é que a decepção foi muito, muito grande. É foda, quando a pedrada vem da onde você não espera...você não tá preparado...dói mais!

sexta-feira, 13 de outubro de 2006

FOREVER...................Kiss

I gotta tell you what I'm feeling inside
I could lie to myself but it's true
There's no denying when I look in your eyes
Boy, I'm out of my head over you
I lived so long believeing all love is blind
But everything about you, is telling me this time it's
Forever, this time I know
And there's no doubt in my mind
Forever, until my life is through, boy, I'll be loving you forever
I hear the echo of the promise I made
When you're strong you can stand on your own
But those words grow distant as I look at your face
No, I don't wanna go it alone
I never thought I'd lay my heart on the line
But everything about you, is telling me this time it's
Forever, this time I know
And there's no doubt in my mind
Forever, until my life is through, boy, I'll be loving you forever
I see my future when I look in your eyes
It took your love to make my heart come alive
Cause I lived my life believing all love is blind
But everything about you is telling me this time it's
Forever, this time I know
And there's no doubt in my mind
until my life is through, boy, I'll be loving you forever


Mais uma musiquinha tudo a ver!!!


Opa...até me esqueci de comentar...hj é SEXTA FEIRA TREZE

BOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOH.

hahaha, que retardada!!!

Ah, me desculpem...não tenho nada de especial pra postar.
To chateada com algumas coisinhas, mas...

I WaNnA bE aWaY fRoM hErE!

Alguém me interne no paraíso
Preciso urgente dar um tempo por lá
O dia passa enquanto eu perco o juízo
quem foi que inventou,
Que era assim?
Sorrisos plásticos
Cumprindo seu papel
Enfeitando rosto de pedra
Se a regra é ser tão simpático
Mesmo que seja só pra convencer toda platéia.

I wanna be away from here
Quando essa bomba explodir.

Abraços vazios, olhares de gelo
Tão descartáveis quanto cascas no chão
Flashes capturam a melhor fachada,
Mas quem vê foto não vê coração.
Não quero mais fantoches ao redor
Agindo sempre assim.
Só quando for conveniente.
Pra ganhar bônus e somar pontos.
À sua carteirinha de hipócrita oficial.

I wanna be away from here
Quando essa bomba explodir

sábado, 23 de setembro de 2006

uhuuuu...Inspiração brotando!!!

Mostra-me...
Liberte todos os demônios, e mostre me o verdadeiro ser...
Pois agora não fecho mais os olhos pra verdade.
Deixe cair a máscara da vergonha...
...a capa preta e o escudo,
Mostre me sua lança venenosa,
que é pra eu saber com o que serei atacada e
se valerá a pena tê-la enfiada em meu corpo quente.
Se minhas lágrimas e sangue forem derramados em vão,
então voltarei e te persseguirei
pelo resto dos seus dias...
...te infernizando, aterrorizando teu sono,
consumirei toda a sua energia, até que
tu definhes e se junte à mim
Mostre me tudo, todas as faces que usas,
quero conhecê-las...uma à uma
Agora eu estou preparada pra ver.
Mostre-me e conforme a visão que eu tiver,
eu também me revelarei...
Condizente, equivalente, reciprocamente...
Intensamente...
Pois dentro de mim repousa a mais pura luz
e a mais tenebrosa escuridão.
Ambas inexploradas, intocadas, virgens...
Resta saber qual será a escolha...
Posso ser doce como o mel,
amarga como o fel...
o desespero de estar caindo de um precipício,
ou o frescor da nevoa em teu rosto...
Quer que eu faça parte dos teus sonhos?
Ou pesadelos?
Mostre-me...faça sua escolha...
Estarei te esperando...
Seja no Céu ou no Inferno.
Tú é quem escolhes...

By Giselle Vergna

Oh Puta Merda!!!

Nada não...só um pouco tristinha com algumas "coisinhas"...mas é apenas um reflexo do meu egoísmo. Mas são apenas "coisinhas"
Só to sentindo falta de verdade em algumas palavras que escutei à algum tempo. É que agora elas não fazem sentido. Se a intenção era só da boca pra fora...era melhor eu não tê-las ouvido...pois sempre acredito até que me provem o contrário.
Ah...não é nada não...deve ser um pouquinho de ressaquinha de ontem...que suquinho de uva heim!!!

Mas pra compensar...paixão deliciosa.

Na verdade eu to pisando num terreno totalmente novo, desconhecido, onde cada minuto me mostra uma surpresa...as vezes ótima, as vezes ruim. Mas meu coraçãozinho já tá calejadinho...acho que agora eu aguento um tranco, agora eu tenho um pouco mais de resistência (eu acho).
Deixei um mooooooonte de coisas pra trás...(rotina, tédio, sentimentalismo inutil, apego...essas coisas) e agora só trago comigo algumas recordações que decidi guardar...outras eu descartei...mesmo me lembrando...tento não dar importância.
Na verdade eu não queria isso...mas acho que agora eu to aprendendo a tratar certas coisas com frieza. Isso não fazia parte da minha natureza, pois sempre fui uma pessoa dócil. Mas de tanto tropeçar nessas coisas que machucam, acabei mudando em vários aspectos. E agora eu tento não tropeçar e sim chutar...hahahaha (quem vê até pensa). Mas mantenho a minha identidade de me doar sempre, e de acreditar nas pessoas...até que elas me decepcionem...Ah...a vida é feita disso, se não...tudo seria um grande marasmo tedioso.

Fazendo loucuras...
Descendo do salto...
Rodando a Baiana...
Revelando...
Sentindo...
Descobrindo...
Me libertando...
Me permitindo...
Sendo dona de mim...ooooooh yeeeeaaaaah!!!


Obaaaaaaaaaah...hj tem ensaio...

quarta-feira, 20 de setembro de 2006

woooooooooooooow...que dia!!!

Mas esperai ai...o dia tem 24 horas...

Então foi mais de um dia...

Foram 28 horas de amor e loucura...eeeeeeeita.

Sem mais por hoje. Desculpem.

Sem detalhes

segunda-feira, 18 de setembro de 2006

Como você me faz bem...

Faz meu corpo tremer quando estou com você.
Me faz sentir que o mundo parou ao nosso redor,
e que só existe nós dois...
Me faz perder a noção do tempo e das horas, me faz perder a cabeça.
A sua ausência doi.
E agora, você é dono dos meus sonhos.
Quando me deito pra dormir, sei que você virá, mesmo inconsciênte, eu sinto sua presença, seu cheiro.
Escuto sua voz.
Teu sorriso me traz uma paz que não sei explicar.
Ainda não sei como não fui capaz de ver antes, tudo o que estava por vir.
Tua voz me acalma, e suas palavras adoçam a minha vida.
Seu toque umedece todo o meu ser.
Em teus braços me sinto pequena, frágil, mas sei que estou segura. Minha fortaleza.
Adoro quando você me devora com seus olhos famintos por amor.
Me sinto quente, como alguém que arde em febre, vítima da própria quimera.
E se isso for amor...eu quero arder pra sempre ao seu lado.
Talvez ainda seja cedo, ou esteja indo muito rápido, mas é magico, tudo se encaixa, número perfeito.
Novamente...ficar longe doi, eu te quero, quero você ao meu lado, todo o tempo...o tempo todo...
Não posso mais tirar os olhos de você.
Sinto um vazio muito grande quando não o vejo.
Minha luz, meu porto

sexta-feira, 15 de setembro de 2006


Call Me When You're Sober

Evanescence

Composição: Amy Lee



Don't cry to me
If you loved me
You would be here with me
You want me
Come find me
Make up your mind

Should I let you fall
Lose it all
So maybe you can remember yourself
Can't keep believing
We're only deceiving ourselves
And I'm sick of the lie
And you're too late

Don't cry to me
If you loved me
You would be here with me
You want me
Come find me
Make up your mind

Couldn't take the blame
Sick with shame
Must be exhausting to lose your own game
Selfishly hated
No wonder you're jaded
You can't play the victim this time
And you're too late

Don't cry to me
If you loved me
You would be here with me
You want me
Come find me
Make up your mind

You never call me when you're sober
You only want it cause it's over
It's over

How could I have burned paradise
How could I - you were never mine!

So don't cry to me
If you loved me
You would be here with me
Don't lie to me
Just get your things
I've made up your mind

quinta-feira, 14 de setembro de 2006

Bittersweet Symphony

Doce Canção da amargura

Pois esta é uma doce canção da amargura, esta é a vida
Tente viver de acordo com seus recursos
Você é um escravo do dinheiro, então você morre
Eu te levarei pela única estrada em que já estive
Você conhece aquela que te leva aos lugares
Onde todas as tendências se encontram, sim

Não mude, eu posso mudar
Eu posso mudar,
Eu posso mudar
Mas eu estou aqui no meu modo
Eu estou aqui no meu modo
Mas sou um milhão de pessoas diferentes
De um dia para outroEu não posso mudar meu modo
Não, não, não, não, não

Bem, eu nunca rezo
Mas esta noite estou ajoelhado, sim
Eu preciso ouvir alguns sons que identifiquem a dor em mim, sim
Eu deixo a melodia brilhar, deixo-a limpar minha mente,
eu me sinto livre agora
Mas as rotas aéreas estão claras e
não há ninguém cantando para mim agora

Não mude, eu posso mudar
Eu posso mudar, eu posso mudar
Mas eu estou aqui no meu modo
Eu estou aqui no meu modo
E eu sou um milhão de pessoas diferentes
De um dia para outro
Eu não posso mudar meu modo
Não, não, não, não, não,
Eu não posso mudar
Eu não posso mudar.

Pois é uma sinfonia agri-doce, esta vida
Tente viver de acordo com seus recursos
Tente achar algum dinheiro então você morre
Eu te levarei pela única estrada em que já estive
Você conhece aquela que te leva aos lugares
Onde todas as coisas se encontram, sim

Você sabe que eu posso mudar, eu posso mudar
Eu posso mudar,
Eu posso mudar,
Mas eu estou aqui no meu modo
Eu estou aqui no meu modo
E eu sou um milhão de pessoas diferentes
De um dia para outro...
Eu não posso mudar meu modo
Não, não, não, não, não...

Eu não posso mudar meu modo
Não, não, não, não, não,
Eu não posso mudar
Não posso mudar meu corpo,
Não, não, não

Eu te levarei pela única estrada em que já estive
Eu te levarei pela única estrada em que já estive
Estive
Já estive
Já estive
Já estive
Já estive
Você já esteve?
Você estará?

segunda-feira, 4 de setembro de 2006

The eye 2...



Dica de filme.

Bom, eu assisti e achei bem legal. No meio do filme tem uma mensagem muito boa.


Realizado por Oxide Pang Fat & Danny Pang Shun Hong Kong/Singapura, 2004 Cor – 95 min. Com: Shu Qi, Jesdaporn Pholdee, Eugenia Yuan Lai-Kei, Phillip Kwok Chun-Fung, Rayson Tan drama horror

Shu Qi é Joey Cheng, uma jovem depressiva, de visita a Bangkok após mais uma desilusão amorosa e consequente ruptura com o namorado Sam (Jesdaporn Pholdee). Nessa noite, Joey decide suicidar-se num hotel da cidade recorrendo a uma overdose de comprimidos. Um alarme do telemóvel acorda-a de repente. Joey procura retomar a sua vida habitual, mas começa a ter visões horripilantes de pessoas pálidas e baças que vagueiam pelas cidades, como fantasmas. Gradualmente, Joey apercebe-se que a tentativa de suicídio lhe trouxe muito mais do que uma experiência entre a vida e a morte. Entretanto, descobre que está grávida. Seus problemas começam ai.

Bom, não vou falar mais do filme...quem quizer, assista.

eeeeeeeeeeeeeetaaaah...a fila anda heim.

aaaah taaaah...agora sim entendi, rsrsrs, se essa foi a estratégia, parabéns!!!

...deu certo!

*****************************GAME OVER******************************

Mas eu realmente não precisava disso.

Sai da frente que a fila anda heim...e rápido.

Nuossa...que rolê heim...


Essa é a galera do Jornalismo da Unicsul. Nossa...que galera legal. Foi um Domingo e tanto.
Eu judiei da galera, pois andamos pela Cidade Tiradentes inteira(quer dizer, quase inteira)...começamos pelo Terminal Cidade Tiradentes, onde está localizada a "Casa Cultural da Fazenda" (infelizmente estava fechada na hora em que passamos por lá). Subimos a Av. dos Têxteis, onde está a biblioteca comunitaria "Solano Trindade", fomos até o "Complexo Acetel", onde acontecem os projetos "Guri" e "Segundo Tempo", descemos na feira pra galera comer um pastel...e recobrar as energias rsrsrs, tava um calor du kct. Fomos até a praça do 65...local de reunião das galeras da CT. Mostrei à eles o primeiro e por enquanto "unico" pronto atendimento do bairro, o "P.A. Glória Bonfim". Logo em seguida, fomos até o "Instituto Pombas Urbanas", onde a galera tomou conhecimento de um belo projeto cultural na CT. E o passeio teve fim quando mostrei à eles o Hospital Cidade Tiradentes, a Escola Técnica, e o C.E.U. Cidade Tiradentes (em construção). Acho que deu pra galera conhecer mais ou menos a CT. Mas nós só passamos pelo coração da Ct. Tem muito mais!!!

Adorei conhecê-los.

sábado, 2 de setembro de 2006

Passado alguns dias...

Acho que agora eu já posso falar. A poeira tá abaixando. Mas ainda não entendo o que houve.
Voltei das férias na quarta...e ainda voltei no dia errado, fiz contas erradas e voltei um dia depois do que era pra eu ter voltado...mas td bem, nada que eu não possa compensar.
Vou escrever aqui pra ficar registrado...pra toda vez que eu for revisar meu blog, eu ler denovo e ver se entra na minha cabeça: "Jamais vou expor meus sentimentos novamente da forma que fiz" (vou tentar pelo menos). Falando sério, eu me expus como jamais fiz antes, entreguei o ouro todo de uma vez só, e acabei ficando totalmente vulnerável. Meu coraçãozinho me aprontou mais uma das suas (rsrsrs). Eta coraçãozinho leviano, não tem dó de mim. Mas foi bom...pelo menos eu vi que se doar totalmente não vale a pena, aprendi mais uma. Culpa? Bom, a culpa é minha...quem mandou mergulhar de um trampolim de 200 metros de altura de cabeça na piscina? O resultado só poderia ser esse...eu deveria saber que iria rachar a cabeça no fundo...rsrsrsrs...só rindo mesmo. Entrei num túnel sem saída...sabendo que o túnel não tem saída...mas mesmo assim decidi continuar entrando. Pena que eu estava indo sozinha...ficaram na entrada só observando até onde eu iria. Eu lamento a forma que terminou, pois agora, vou passar um bom tempo tentando achar onde foi que eu errei...poderia ter sido diferente...pelo menos pessoalmente.
Mas, mudando de assunto...é que o choque foi tão grando que até me esqueci de comentar sobre as coisas que me fizeram um pouquinho mais feliz essa semana. Nem comentei como foi nosso show. Minha bandinha tocou no sábado dia 26/08 na Oficina do Rock. Nossa, foi muito louco esse dia. Tava lotado, todo mundo agitando, a galera cantando junto, nossa, uma sensação indescritível. Ali no palco eu me senti completa.
O outro motivo deu estar um pouquinho mais feliz é que eu acho que finalmente meu irmãozinho tá tomando jeito. Tenho ficado no pé dele constantemente...pra ele não se desviar da meta dele. Se ele pensar em sair fora do caminho...eu estarei ali pra empurrá-lo denovo pra estrada.

Bom, hoje tem ensaio.

Amanhã vou fazer um tour pela Cidade Tiradentes com uma galera de Faculdade de Jornalismo. Eles estão fazendo um trabalho sobre a desmistificação da criminalidade aqui no bairro, e eu me incumbi da tarefa de mostrar o bairro e suas atrações culturais, casas de cultura, associações e cia. E é claro que eu faço isso com o maior prazer. O Caio e eu nos conhecemos pelo msn a muito tempo atrás, quando eu coloquei um anúncio numa comunidade do orkut querendo formar uma banda, a comuna "FORME SUA BANDA". Foi engraçado, porque eu deixei meu msn no tópico que postei, ele viu e me adicionou...e eu demorei pra aceitar...dai ele foi no tópico e rsrsrs me deu uma bronca. Disse que eu tinha postado o tópico mas demorei pra adicioná-lo. Bom, enfim...ele e eu não conseguimos formar uma banda juntos, mas ficamos amigos virtuais. E esses dias atrás ele ficou surpreso ao entrar na comunidade "Cidade Tiradentes" e ver que eu sou um pouco ativa na comuna...então ele me falou do trabalho que ele tinha que fazer pra facu e perguntou se eu podia ajudá-lo...(claro que sim...vai falar bem do meu bairro...rsrsrs). O fato é que amanhã será a 1º vez que nos vemos pessoalmente. Acho que vai ser bem legal. Mas como eu disse...estou na defensiva e com meu escudinho ligado. (rsrsrs)

Por hoje, acho que é só. Até a próxima.
Amanhã talvez eu conte como foi o meu passeio pelo meu bairro.

quinta-feira, 31 de agosto de 2006

As musicas que falam por mim...

Dust In The Wind
Kansas
Composição: Steve Walsh

I close my eyes only for a moment
and the moment's gone
all my dreams
pass before my eyes a curiosity
Dust in the wind
all we are is dust in the wind
Same old song
just a drop of water
in the endless sea
all we do
crumbles to the groundwe refuse to see
dust in the wind
all we are is dust in the wind
Don´t hang on
nothing last foreverbut the earth and sky
it's lips away
And all my money
won`t another minute buy
Dust in the wind
all we are is dust in the wind
dust in the wind
everything is dust in the wind
______________________________
Eye In The Sky
Noa

Don't think sorry's easily said
Don't try turning tables instead
You've taken lots of chances before
But I ain't gonna give any more, don't ask me
That's how it goes, 'cause part of me
knows what you're thinking...
Don't say words you're gonna regret
Don't let the fire rush to your head
I've heard the accusation before
And I ain't gonna take any more, believe me
The sun in your eyes, made some of the lies worth believing

I am the eye in the sky, looking at you, i can read your mind
I am the maker of rules, dealing with fools,
I can cheat you blind
And I don't need to see any more to know that
I can read your mind

Don't leave false illusions behind
Don't cry 'cause I ain't changing my mind
So find another fool like before
Cause I ain't gonna live anymore believing
Some of the lies while all of the signs are deceiving
I am the eye in the sky, looking at you,
I can read your find
I am the maker of rules, dealing with fools,
I can cheat you blind
And I don't need to see any more to know that
I can read your mind


PS* Sem comentários hj, não tô afim.

terça-feira, 29 de agosto de 2006

...................Pouquinhos de mim...

(Por Giselle Vergna)

Em todos os lugares onde estive,
deixei marcas, boas ou ruins...não sei.
Torço para que tenham sido boas,
pois minha intensão sempre foi o bem.
À todas as pessoas que conheci,
até mesmo aos inimigos,
dei um pouquinho de mim.
Ao longo de 27 anos,
fui arando, preparando o campo,
e plantando minhas sementes.
Molhei algumas dessas sementes
com minhas lágrimas,
que as vezes teimavam cair.
O tempo foi passando, e eu
continuei a percorrer meu campo,
arando, plantando,
e esperando os frutos.
Chorei muito
pelas sementes que não vingaram,
pois plantei todas elas
com muito amor.
E mesmo assim elas morreram.
Mas não posso me queixar,
porque também pude sorrir...
por diversas vezes,
ao ver os primeiros botões
das flores se abrindo pela manhã,
e exalando perfume e frescor.
Pude provar doces frutos.
Não me arrependo,
por ter pisado em campos proibidos,
lugares sujos, brejos, pantanos, e
ter deixado minhas sementes,
de ter plantado sementes no asfalto.
Se eu tivesse o poder de voltar no tempo,
eu faria tudo denovo, exatamente igual.
E passarei os próximos 27 anos
percorrendo meu caminho,
arando o campo, e plantando,
molhando as sementes, esperando,
sentindo o perfume das primeiras floradas
e removendo as mudas que morreram,
e colhendo, sorrindo, e saboreando os frutos,
e arando, plantando, molhando,
esperando, sentindo, removendo,
colhendo, sorrindo, saboreando,
arando...plantando...
...esperando...indo...percorrendo...
dando os pouquinhos de mim...
...até que eu não tenha
mais nada de mim para dar
e finalmente, o campo onde eu repousar
simplesmente me absorva.

segunda-feira, 28 de agosto de 2006

Insônia denovo...ninguém merece!!!

Não sei sobre o que falar, às 2:06 da manhã o sono me abandonou, me deixou como companhia apenas a consequencia da mistura de dezenas de copos cheios que eu fui encontrando pelo caminho ontem. Eram tantos que, eu nem sabia qual segurar, então fui esvaziando um por um...assim, eu acabei segurando e esvaziando todos(rsrsrs). Mas ontem, eu tava ocupada demais com meus lamentos pra sentir o peso da ressaca, e hoje ela veio com tudo, sem dó nem piedade. Estomago? Vish...eu nem sei se ainda tenho. Acho que eu acabei de dar descarga no restinho de estomago que eu tinha. Mas isso foi apenas um prenúncio de que não sou o centro do mundo, um prenuncio de que sou totalmente dispensável. Como me sinto agora? "Um copinho descartável, onde alguns bebem, e depois o desprezam, jogando-o no chão, um lixinho humano".
O que? Drama exagerado?
hahahahahahaha....é, talvez, mas o que posso fazer, se é assim que eu me sinto? Depois que a festa acaba, é assim mesmo.
Sabe que agora eu começo à entender pessoas como: Kurt Cobain, Janis Jopplin, Marilyn Monroe...
Calma...vamos com muita calma, isso não quer dizer nada...eu ainda estou bem, só comentei que agora eu os entendo. Descobri o que acontece quando a festa acaba...mas essa é só a primeira de várias que virão.


Mas vou ficar melhor!!!

Musiquinha do dia:

Everybody's Fool
Todos São Bobos
Evanescence

Composição: A Lee; B. Moody; D. Hodges

Perfect by nature
Perfeição da natureza
Icons of self indulgence
Ícones da própria indulgência.
Just what we all need
Exatamente o que todos nós precisamos,
More lies about a world that
Mais mentiras sobre um mundo que

Never was and never will be
Nunca foi e nunca será.
Have you no shame? Don't you see me
Você não tem vergonha? Você não me vê?
You know you've got everybody fooled
Você sabe que fez todo mundo de bobo

Look here she comes now
Veja, aí vem ela agora
Bow down and stare in wonder
Cumprimente e encare com adoração.
Oh how we love you
Oh! Como nós a amamos.
No flaws when you're pretending
Nada flui quando você está fingindo
But now i know she
Mas agora eu sei que ela

Never was and never will be
Nunca foi e nunca será.
You don't know how you've betrayed me
Você não sabe o quanto me traiu.
And somehow you've got everybody fooled
De alguma forma você faz todos de bobo

Without the mask where will you hide
Sem a máscara, nde é que você vai se esconder?
Can't find yourself
Não consegue encontrar a si mesma
Lost in your lies
Perdida em suas próprias mentiras

I know the truth now
Eu sei a verdade agora
I know who you are
Eu sei quem você é
And I don't love you anymore
E eu não te amo mais

Never was and never will be
Nunca foi e nunca será
You don't know how you've betrayed me
Você não sabe o quanto me traiu
And somehow you've got everybody fooled
Você sabe que fez todo mundo de bobo

It never was and never will be
Nunca foi e nunca será
You're not real and you can't save me
Você não é de verdade e não pode me salvar
Somehow now you're everybody's fool
De alguma forma agora você é a chacota de todos


Agora me dêem licença, vou tomar meu café da manhã...rsrsrs...(um delicioso e refrescante copo com água e sal de frutas)

E Luana, valeu pelo coment mas..."Um pouco deprimida, talvez. Depressiva, definitivamente Não"

domingo, 27 de agosto de 2006

Eu estou bem...

***
Cansada
Dolorida
Sem voz
Sem forças
Desanimada
Chateada
Magoada
Frustrada
Esperando
Entediada
Mal Humorada
Melancolica
***
*incomunicavel*


Hoje eu não to afim de falar com ninguém sobre nada...
Fodam-se todos!


Amanhã estarei melhor!

sábado, 26 de agosto de 2006

É HOJE!!!


Acordei com dor de cabeça...ai...ai...

Hoje a gente vai tocar na Oficina. Eu to um pouco preocupada com a aparelhagem...num sei não, algo me diz que vão nos deixar na mão...mas, ah, na hora a gente se vira, dá-se um jeito.

Ontem aconteceu um troço legal la na praça. Tem um homem que dorme na praça, comentam que sua esposa o colocou pra fora de casa tem umas três semanas. Ele é meio estranho, é mexicano e já andou por varios países até chegar ao Brasil..e veio parar justamente aqui, na Cidade Tiradentes (um bairro no extremo leste de São Paulo). Bom, o fato é que ele pediu minha mão, me disse que ia ler...e eu, achando a maior graça naquilo, acabei mostrando minha mão pra ele. Eu fiquei meio assustada, porque ele me disse que ia falar três coisas, e eu perguntei o que era, então. Ele me disse que meu irmão estaria com problemas, que meu ex-namorado estaria querendo voltar comigo, e que eu estou com problemas de grana. A verdade é que eu morreria de rir da cara dele...se eu o conhecesse...mas eu não o conheço e muito menos ele...esse homem só me viu uma vez, la na praça mesmo. Não tem como ele saber essas coisas sobre mim. Não sei se acredito que ele tem algum dom, ou se é puro charlatanismo...não sei. Mas o fato é que eu fiquei impressionada, porque ele pegou minha mão, olhou por alguns segundos e já foi me falando tudo aquilo. Hahahaha...e dissse ainda que eu possuo outra aura...uma aura italiana. A verdade é que eu sou descendente de italianos (meu avô materno era italiano), mas não tenho traço algum dos italianos. Agora...eu não gostei da ultima coisa que ele me disse...Que eu terei dois filhos homens, mas que não terão o mesmo pai, eeeeeeeeeeeeeeta, sai fora. Eu não tive filhos até agora aos 27 anos, o cara vem me dizer que eu terei dois meninos, e de pais diferentes ainda...rsrsrs, sai pra lá. Se eu fosse uma mulher que se já se envolveu, ou se envolve com vários homens...até faria sentido, mas eu não sou assim...pelo contrário. Meu namoro terminou pouco tempo depois de termos feito 11 anos juntos, e a gente ainda se enrosca. rsrsrs, é melhor deixar essa conversa pra lá. Vamos levar na brincadeira. "Ainda bem que ele não me disse que eu tenho uma doença grave e vou morrer logo, ou alguém da minha família vai morrer num
trágico acidente...ou coisas desse tipo."

Bom, por enquanto é só. Hoje eu não tenho muito pra falar. Só estou um pouco ansiosa, mais tarde eu vou subir no palco denovo, aaaaaaaaaaai que frio na barriga. Será que um dia eu consigo controlar isso?

sexta-feira, 25 de agosto de 2006

Ainda não acredito que ele já é adulto...

...Afinal, eu perdi 8 anos da vida dele. Mas o tempo que temos passado juntos, eu sinto que ele é o mesmo garotinho de 15 anos. "Ah maninho...se você soubesse o quanto eu to feliz de tê-lo perto de mim novamente...de ter você debaixo dos meus olhos, onde eu possa ver o que você tá fazendo, de poder supervisionar sua mudança, e contribuir para que você não volte nunca mais para aquele lugar sujo e maldito".
É estranho, ele tem muita coisa, muitas experiências pra me contar, e eu fiquei pra trás, não tenho muito assunto com ele ainda, mas disso, o tempo se encarrega, e aos poucos, voltaremos a ter a mesma relação de antes. Acho que ele não tem noção do quanto ele me fez falta, de quantos cabelos brancos e rugas de preocupação apareceram em mim, quantas noites de sono eu perdi por não saber onde ele estava e em que condições estava. Mas o que importa é que eu o tenho de volta. Eu tenho medo de me decepcionar denovo...mas pelo menos dessa vez, acho que eu to mais preparada do que das outras vezes (eu acho...não tenho certeza).

Agora, mudando de assunto...eu fico impressionada com a quantidade de pessoas que "se acham". É claro que ter uma faculdade é muito importante, fornece muita bagagem para o indivíduo, mas é impressionante como algumas pessoas se comportam de maneira até engraçada (eu diria) por ser "formado", ou por estar cursando uma faculdade...(rsrsrs) eu não poderia deixar de comentar isso. Ontem eu me desentendi com um garotinho de 19 anos, numa comunidade denominada "Blogueiros". E é claro que eu entrei pra divulgar meu blog...mas entrei sem ler as malditas regras, e lá dizia que era proibido colocar links para blogs...Tá, eu não li a porra das regras, e daí? E também não li que: "quem colocasse link pro seu blog seria zoado". Mas eu (intolerante) como sempre...quando vi a zoação, não me contive e fui até a página do garoto e postei meu comentário. Mas que grande imbecil eu sou!!! Não sei porque eu fui fazer isso, novamente eu dei importancia a algo totalmente inutil e dispensável...e tomei no cu é claro...pq o garotinho é (rsrsrs) escritor, e parece que o objetivo da vida dele é proferir palavras bonitas e decoradas, ah...e vencer à todos com seus argumentos...eu passei um pouquinho de raiva, mas foi divertido. "Valeu por ter me divertido ontem Paulo Rhedy" (rsrsrsrs).
Mudando de assunto novamente: Amanhã vamos tocar na Oficina do Rock, e apesar de ser a nossa segunda apresentação, ainta tenho um pouco de medo...afinal, o público e o lugar são diferentes. Sempre aparece o medo de alguma coisa dar errado, e acho que a cada show que a gente fizer, esse medo estará presente, afinal, todas as vezes que a gente for tocar serão diferentes. Mas acho que a cada apresentação que fizermos, esse medo será controlado naturalmente. Estamos indo bem...e apesar de termos pouco tempo juntos, a harmonia tá boa. É claro que temos que corrigir vários pontos, afinal, ninguém é perfeito, mas temos 5 musicas próprias. Confesso que ultimamente eu dei uma relaxada e não estou compondo nada, não ando com muita paciencia, tempo e espaço na mente. Nesses ultimos dias tem acontecido muita coisa comigo (interna e externamente), que me tirou totalmente a concentração. Ainda tem algo bloqueando meu cérebro (rsrsrs). Mas assim que eu descobrir o que é e resolver...vish, sai da frente, pq ninguém mais vai me segurar...

Sem mais nada pra falar por enquanto...

Paulo Rhedy, eu estou pouco me importando com o que você pensa ou com a quantidade de pessoas que lêem, ou comentam no meu blog, eu quero mais é que se foda. Meu blog só tem um intuito: Ser o espaço onde eu posso desabafar todos os meus desafetos, alegrias ou sei lá...o que eu quizer, sem me importar com o que as pessoas vão pensar, ou dizer. Aqui eu posso usar o termo que eu quizer, sem ser sensurada, ou ver a cara feia de uma pessoa ao escutar algo chulo que eu falei. É claro que eu desejo que as pessoas leiam meu blog (quanto à isso meu bem, estamos nós dois no mesmo barco), se não, eu não o teria feito, afinal, ele fica disponivel na web, qualquer um tem acesso. Mas essa não é a minha prioridade. O que eu acho interessante é se derepente alguém ler o meu blog e se identificar com alguma situação parecida. Mas ah...nem sei porque eu estiquei esse assunto. Ai vai um "TROFÉU BLÁH" pra você e pros seus argumentos.

PS***"Saí da comunidade porque me sinto envergonhada de ter quase 30 anos e ter me comportado como uma adolescente, e o que é pior...discutindo com um adolescente."

quinta-feira, 24 de agosto de 2006

ACORDEI COM A PÁ VIRADA!

Não sei porque, mas a noite foi uma merda...totalmente fucker...vira-vira na cama, o lençol todo torcido, o cobertor no chão, a insônia venceu meu cansaço. Mas por um lado foi bom...pelo menos pude tirar um proveito dessa noite dos infernos...eu pensei muito sobre várias coisas que estão me acontecendo, sobre coisas que estou fazendo, sobre os murros em ponta de faca que eu venho dando, sobre as cabeçadas na parede.
O fato é que eu acordei com uma baita vontade de explodir tudo...uma baita vontade de mandar tudo e todos se FU@D$#E¨&*R#@...mas como eu estou tentando ser uma menina sã e educada, só vou mandar à merda...acho que é o suficiente.
A angústia está me assombrando denovo...#*%K@R@LHO#$#, eu não tenho bola de cristal. Não quero ficar trancada no meu quarto denovo, tentando advinhar o que está acontecendo lá fora, e fantasiando um mundo só meu...intocável, totalmente seguro. Eu quero sair pra rua e me surpreender com a chuva que cai de repente, sem avisar, sem previsão do tempo...e voltar pra casa encharcada por não ter levado guarda-chuva, e rindo sem parar porque um carro passou numa poça de lama...e eu com aquela roupa que era branca, agora está marrom. Quero ser surpreendida com alguém que de repente apareceu na minha frente e me roubou um beijo...quero estar indo pra um lugar, e de repente decidir tomar outro rumo...sem me importar com satisfações ou hora marcada...Eu não quero mais sentir me sufocar, e sucumbir à solidão denovo como ontem . Eu queria uma pessoa amiga, "realmente amiga", que me ligue no meio da noite e conte que teve um sonho ruim comigo e tá ligando só pra saber se eu estou bem, e perguntar se eu tenho alguma novidade pra contar, que saia correndo pra vir me socorrer, se eu ligar aos prantos e disser que estou em meio à uma crise existencial, que de repente resolva me chamar pra ir comer um pastel na barraca do "Zé". Eu to cansada de ficar correndo atrás de pessoas que não dão a mínima pro meu estado de espírito, que só querem saber do que eu posso oferecer à elas(bom, eu disse num post anterior que eu sou egoista), mas sei lá...eu to cansada de me doar demais e não receber nada em troca, eu penso que eu mereço o mínimo. Não estou falando de relacionamentos amorosos...estou falando de amigos...verdadeiros, que sempre estão junto da gente em toda e qualquer que seja a situação, nos momentos felizes, nos tristes, não quero amigos de baladas, eu to falando de uma pessoa amiga que mesmo estando irritada, faça uma força e suporte meus lamentos e minhas crises de choro e chatice. Eu to cansada de sempre ouvir, compreender, aceitar, e quando eu vou falar, simplesmente ser ignorada, como se ninguém estivesse ali. Não sei se dá pra entender, tudo isso tá brotando daqui de dentro. É só um desabafo. Ah, chega...eu to molhando o meu teclado...e não to nem vendo mais o que eu to escrevendo.

Tá, eu sei...eu realmente sou um pouco egoista, egocêntrica talvez, quem é que vai me julgar? Mas eu só quero uma pessoa amiga que tente me compreender, que me dê uma bronca, um chacoalhão se for preciso, que me dê um empurrão, pra eu tomar impulso, e que tenha a sensibilidade pra perceber no meu olhar o que eu to sentindo...quando eu olho para os lugares e para as pessoas, eu digo muita coisa sem se quer abrir a boca ou fazer algum gesto.

Será que isso é desejar demais? Bom, chega...já falei demais.

Mantenho a frase: .:I Need A New Version Of Me:.

Musiquinha perfeita pra hoje:

Thoughtless

Korn

Thumbing through the pages of my fantasies
Pushing all the mercy down, down, down
I wanna see you try to take a swing at me
Come on, gonna put you on the ground, ground, ground

Why are you trying to make fun of me?
You think it's funny?
What the fuck you think it's doing to me?
You take your turn lashing out at me
I want you crying with your dirty ass in front of me

All of my hate cannot be found
I will not be drowned by your thoughtless scheming
So you can try to tear me down
Beat me to the ground
I will see you screaming

Thumbing through the pages of my fantasies
I'm above you, smiling at you, drown, drown, drown
I wanna kill and rape you the way you raped me
And I'll pull the trigger
And you're down, down, down

Why are you trying to make fun of me?
You think it's funny?
What the fuck you think it's doing to me?
You take your turn lashing out at me
I want you crying with your dirty ass in front of me

All of my hate cannot be found
I will not be drowned by your thoughtless scheming
So you can try to tear me down
Beat me to the ground
I will see you screaming

All my friends are gone, they died (gonna take you down)
They all screamed, and cried (gonna take you down)

I'm never forget, never forget back against the wall
Gonna take you down

All of my hate cannot be found
I will not be drowned by your thoughtless scheming
So you can try to tear me down
Beat me to the ground
I will see you screaming
All of my hate cannot be found
I will not be drowned by your thoughtless scheming

So you can try to tear me down
Beat me to the ground
I will see you screaming

(particularmente...eu prefiro a versão do Evanescence)


Afff...uffffah, acho que por hoje é só.

quarta-feira, 23 de agosto de 2006

"PROXIMA PARADA: OFICINA DO ROCK!"


ONDE?

na Avenida Souza Ramos, 812, em frente a Igreja Universal - Cidade Tiradentes.

QUANDO?

dia 26/08/2006

QUE HORAS?

a partir das 23:00

QUANTOR$?

apenas R$2,00

VAI PERDER?

NAO ACREDITO!!!


PS***Agora eu quero ver a preza principalmente dos amigos...rsrsrs***

A primeira eu perdoei pq foi domingo dia dos Pais...a segunda eu
nao vou deixar passar...eh sabado, dia 26/08...quero soh ver qual vai ser
a desculpa.

MINHA BANDA VAI TOCAR PORRAAAAAAAAAH!!!


rsrsrs...desculpem, me empolguei...mas conto com a presença de todos!!!

terça-feira, 22 de agosto de 2006

AH...SE EU FOSSE...

Ah...se eu fosse te contar tudo o que me aflinge, se eu fosse falar
sobre os meus medos, se eu fosse revelar meus mais profundos
desejos...desde o mais ingenuo ate o mais sordido pensamento.
Ah...se eu fosse corajosa pra dizer tudo o que realmente penso,
fazer as minhas vontades...se eu fosse manifestar todas as minhas
indignações.
Ah...se eu fosse me rebelar a favor do contrario, se eu fosse
mostrar toda a minha obscuridade, o lado sujo e podre da minha alma...
Ah...se eu fosse capaz...


Por: Giselle Vergna

segunda-feira, 21 de agosto de 2006

As Faces do Bem e Do Mal


1º Face: Amiga, sincera, leal, fiel, sensual-provocante-sedutora-amante, prestativa quando quero, mistérios, as vezes insana, otimista, positivista, valorizo minha família, se precisar, dou uma mão, dou a outra, os pés...coração de manteiga...derrete à toa, sensível, chorona, aaaaaaaaamo meus amigos. Se amar, amo, se fizer por onde, terá "quase" tudo de mim, só não...a minha alma. Medir palavras na hora certa, medo de magoar, de desagradar. Mesmo na dor...simplesmente sorrir.

2º Face: Possessiva, ciumenta, agressiva com as palavras (fisicamente? Não. Ainda não atingi esse nível...ainda), egoísta, egocêntrica, as vezes covarde, confusa, perigosamente intolerante, irritante, petulante, ignorante, chata, pedante, apressada, precipitada, repetitiva, prepotente, mediocre, cruel. As vezes esconder, isolar, apenas omitir, mentir...não. Se ignorar, ignoro, se esquecer, esqueço, mas se chamar...estarei...

...Perfeitamente imperfeita. Simplesmente Humana.

Mais uma da Tia Alanis...


UTOPIA


We'd gather around all in a room
fasten our belts engage indialogue
we'd all slow down rest without guilt
not lie without feardisagree sans judgement

we would stay and respond and expand
and include and allow andforgive and
enjoy and evolve and discern and inquire
and accept and admit anddivulge and
open and reach out and speak up

This is utopia this is my utopia
This is my ideal my end in sight
Utopia this is my utopia
This is my nirvana
My ultimate

we'd open our arms we'd all jump in we'd
all coast down intosafety nets
we would share and listen and support
and welcome be propelled bypassion not
invest in outcomes we would breathe and
be charmed and amused bydifference
be gentle and make room for every emotion

we'd provide forums we'd all speak out
we'd all be heard we'd allfeel seen
we'd rise post-obstacle more defined
more grateful we would healbe humbled
and be unstoppable we'd hold close
and let go and know when to dowhich we'd
release and disarm and stand up and feel safe

this is utopia this is my utopia
this is my ideal my end in sight
utopia this is my utopia
this is my nirvana
my ultimate




PS* Ontem mesmo ficou tudo esclarecido sobre o "uso indevido do meu nome" por terceiros...rsrsrs...Agora tá tudo bem.

Talvez mais tarde eu volte.

domingo, 20 de agosto de 2006

Because I can't not


I'd be lying if i said i was completely unscathed
i might be proving you right with my silence or my retaliation
would I be letting you win in my non reaction, yeah?
and how would I explain?
and how would I explain this to my children if i had them?

because i can't not
because i can't not
because i can't afford to be misread one more time

would i be whining if i said i needed a hug?
would you feel slighted if i said your love's not enough?
and how can i complain?
and how can i complain when i'm the one who reaches for it?

because i can't not
because i can't not
because i cannot walk without my crutches
because i can't not
because i can't not
because i can't help wonder why you ask me

to all the unheard wisdom in the schoolyard
you think you're the right ones
you think you're the charmed ones I'm sure
but how can you go on with such conviction?
and who do you think you are why you question me?

because we can't not
because we can't not
because we can't help laugh at underestimations
because we can't not
because we can't not
because we can't afford to be mislead one more time
because we can't not
because we can't not
because we cannot help without your willingness

why do you affect me? why do you affect me still?
why do you hinder me? why do you hinder me still?
why do you unnerve me? why do you unnerve me still?
why do you trigger me? why do you trigger me still?


Musiquinha legal para o meu estado de espírito. Eitah Alanis...tu não erra uma mesmo heim...muié...rsrsrs.

Ah, sabe o que eu descobri hoje? Tem uma tal de Carla Maria Carreiro (estudante de Jornalismo)usando meu nome pra uma de suas reportagens, ou trabalho de faculdade...ou sei lá que diabos foi aquilo...o fato é que descobri fazendo uma busca com meu nome no google, uma matéria falando sobre as lotações da Cidade Tiradentes...e na matéria ela cita meu nome como usuária da linha 3787 - Cidade Tiradentes/Metrô Itaquera...o que? 3787? eu não sou usuária dessa linha...até porque ela não passa nem perto da onde eu moro...como assim...da onde ela pegou meu nome?
Olha aí um trechinho da matéria:

Giselle Vergna, usuária da linha 3787/51, confirma a insatisfação dos cidadãos paulistanos com as lotações. Moradora da Cidade Tiradentes, Giselle se diz cansada dos constantes abusos por parte daqueles que operam esses veículos. “Tem hora que eles correm demais, tem hora que vão devagar demais; param em qualquer lugar para subir passageiro, desrespeitam os idosos. Sem contar quando começam a disputar entre eles. É um absurdo”.


Bom, eu não me lembro de ter feito declaração nenhuma, muito menos pra essa pessoa, Carla Maria Carreiro, a não ser que ela tenha escutado algum comentário meu , dentro de alguma lotação, que não foi na 3787, pois não sou usuária desta linha...ou então deve ter copiado alguma coisa da comunidade da Cidade Tiradentes...lá sim...possívelmente eu possa ter comentado algo assim, pois participo frequentemente da comunidade...afinal...é o meu bairro né. Mas o fato é que não recebi comunicação alguma que meu nome seria usado, nem se quer dei autorização para esse tipo de coisa...pois na matéria ela dá a entender que eu dei a declaração à ela. Mas...sei lá...isso é muito estranho. Eu heim!

PS* Novas propostas na área...o que eu faço? Encaro?





Hahahaha, já achei de onde ela tirou essa matéria...mas ela mudou muita coisa... olha só:



♬Gi♬

EU ODEIO TODAS!!! 26/01/2006 04:09
Eu odeio todas as lotações...os caras trabalham do jeito que eles querem...deixam os idosos nos pontos de ônibus, isso quando não os maltratam dentro da lotação...tem hora que eles correm demais, tem hora que vão devagar demais, pra subir passageiro eles para em qualquer lugar, pra descer, é só no ponto de ônibus.
O foda é quando eles começam a disputar entre eles...um ultrapassa o outro, ficam businando uns pros outros...e assim vai...
É um absurdo.

É claro que não são absolutamente todos...tem excessões, mas a maioria deles são assim.

apagar

Ela pegou isso do orkut...na comunidade da Cidade Tiradentes...hahaha, eu sabia. E ainda colocou o nº da lotação errada...como pode...copiou e ainda copiou errado...ou seja...eta trabalhinho pra facu...mal feito heim...resumindo, ela não teve trabalho algum né...só entrou na comunidade de um bairro e copiou o fórum dos moradores...afff...

Confiram o tópico:

tópico: Eu odeio a lotação 3785/51

Mostrando 1-10 de 21 primeira | <> | próxima > | última


Johnny

Eu odeio a lotação 3785/51 24/01/2006 13:14
Putz eu odeio pega a lotação metro itaquera 3785-51. Mano os caras parão em tudo quanto é ponto, e o pior de tudo é quando o carro ta cheio e eles ficam: Vamo da um passinho pro fundo ai pessoal que ai a gente vai direto. o que vcs acham dessa putaria???



Alexandre

E quando eles vão a uns 20km/h... 24/01/2006 13:23
Quem não tiver bem do coração eu acho que morre de tanta raiva.
Foi a pior coisa que a dona marta fez,entregar o transporte na mão desses mercenarios,só veem o lado deles.
realmente jhonny,ta uma putaria!!!


anônimo

24/01/2006 17:39
3789/10
tb é terrivel é medonho sinceramente eu fico chateado toda vez que tenho que pegar essa lotação ou seja de segunda a sexta!!!
eu me canso mais no transporte do que no meu proprio serviço!!!



«gui«

EH UM LIXO 24/01/2006 18:30
PUTZ A PIOR DE TODAS É ESTA LOTAÇAO 3785/51 DESCULPA A PALAVRAS MAS ESSES FILHO DA PUTA SÓ ENROLA.. MO EMBASSA PARA CHEGAR EM ITAQUERA,,,ATE A ENTRADA DA POR DO SOL MAS DE 25 MINUTOS AFF NAO DA ASSIM



Alexandre

Todas são uma bosta... 26/01/2006 01:26
tambem com um tipo de gente como essa(cobradores e motoristas)dessas lotações,que não tem o minimo de respeito se quer com uma pessoa de idade mais avançada,o que poderiamos esperar de uns FDP desses?
É claro que tem"pouquissimos"deles que se salvam!!!



▲ joãozinho ▲

é vero 26/01/2006 03:20
quando tínhamos os onibus, eramos felizes e não sabíamos.



♬Gi♬

EU ODEIO TODAS!!! 26/01/2006 04:09
Eu odeio todas as lotações...os caras trabalham do jeito que eles querem...deixam os idosos nos pontos de ônibus, isso quando não os maltratam dentro da lotação...tem hora que eles correm demais, tem hora que vão devagar demais, pra subir passageiro eles para em qualquer lugar, pra descer, é só no ponto de ônibus.
O foda é quando eles começam a disputar entre eles...um ultrapassa o outro, ficam businando uns pros outros...e assim vai...
É um absurdo.

É claro que não são absolutamente todos...tem excessões, mas a maioria deles são assim.

apagar


Johnny

31/01/2006 13:29
sabe o que temos que fazer na realidade é um abaixo assinado para voltar os onibus dessas linhas que atualmente só rodam lotações, ai vcs vão ver como é que as coisas mudam!!



Diego @@

01/02/2006 03:39
to dentro

pega essas lotacões lotadas e com cada cobrador mais folgado q o outro, é foda!!!!



e acho q a 85 itaquera é a pior mesmo






obs: Dá um pasinho pro fundo do corredor faiz favor!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Alexandre

3539/10 ou 3539/31 02/02/2006 09:39
Essas linhas passam no metro,com o tempo de 35 a 45 minutos.
Bom é o mesmo tempo das lotações,mas eu pelo menos passo menos raiva.rsrsrsrs


responder ao tópico primeira | <> | próxima > | última

voltar aos tópicos


Que coisa mais feia Carla!!!


Bom, quem estiver lendo e tiver orkut...pode clicar ai...os botões são reais e dão acesso ao orkut, daí vc vai poder conferir o tópico...e a comunidade também. Sei lá...se de repente quizerem tirar a prova...


Acho que por hoje é só!

sábado, 19 de agosto de 2006

_____________________________"INSÓLITO"


Por Giselle Vergna


Sou só,
infinita dúvida além
do que posso saber.
Dolorosa culpa
po assim ser.
Alcançar a Lua
e mesmo assim não ter.
Insólito,
meu coração bate,
num ritmo arrependido,
mas sem se importar
se de repente parar.
E eu,
vou apenas seguindo
o roteiro que me deram,
sem poder decidir,
sem poder opinar.
Apenas sigo o que foi escrito,
sem ter como apagar,
um mísero parágrafo,
dessa história tantas vezes repetida.
Insólito,
tento quebrar as regras,
rompendo o silêncio,
dessa madrugada fria.
Rabisco o papel em branco,
e mesmo que seja esquecido
em cima da mesa,
insólito, nulo,
ainda assim ele estará lá,
em forma de protesto,
em cima da mesa.




PS* Que droga, acordei assustada com um estrondo às 4:15 da manhã, rsrsrs, pensei que estava chovendo asteróides na terra e o mundo estava acabando. Mas não foi nada disso...uns idiotas que ficam com o som do carro bem alto, escutando aquelas "músicas boçais", pra não usar um termo mais perjorativo, e tirando racha o tempo todo aqui na rua de casa, bateram o carro numa das centenas de barracas de alumínio que funcionam como boteco por aqui. O lamentável é que tem tanto boteco pra ser destruido, e eles foram bater justamente na barraca de um tiozinho que vende um monte de coisinhas de costura e artesanato que sua esposa faz (crochê, tricô, etc) Grandes idiotas, e estúpidos, é o que eu penso!!! Só espero que ninguém tenha se ferido gravemente. Mas acho que ninguém se machucou, eu não vi Ambulância, Resgate, nem nada desse tipo...só agora, tem um guincho levando o carro batido. Da minha janela não dá pra ver nada por causa do muro. Bom, o carro sim...eu torço pra que tenha dado pt (perda total), e que não tenha seguro, pois assim, é menos um carro na mão de um louco fazendo cagada na rua...pondo em risco a vida de inocentes...sem contar que é menos um carro pra ficar com o som de competição ligado a madrugada inteira.

sexta-feira, 18 de agosto de 2006

"QUE DEPRIMENTE"

Estou eu aqui...jogada na cadeira, na frente do pc, acabei de almoçar.
O que?
Menu?
Ah, qual o prato principal?
Hahaha...pipoca, pra beber: q-suco de manga...rsrsrs.(brincadeira, é tang mesmo).

A sobremesa: uma deliciosa calda de chocolate caseiro feita com 10 colheres de chocolate em pó(aquele do padre), 100 ml de leite, 1 colher de margarina(da mais cebosa que vc tiver, rsrsrs). Ponha os ingredientes numa panela pequena, misture tudo até obter uma mistura homogênea, e leve ao fogo médio até dar o ponto de fio. Desligue o fogo, e espere esfriar, mas se você for como eu...ah, foda-se...coma quente mesmo! Vai fazer um bem incrível pro seu intestino...pode acreditar...hahaha. Pra completar a cena deprimente...só faltou o sorvete de creme, de leite condensado pra acabar de foder com a sua forma física....eeeeeeeeitah...combinação perfeita. Opa, não posso esquecer o maço de cigarros...vazio. Droga! vou ter que sair pra comprar mais.

Pra ouvir: Lacuna Coil...muuuuuuito Lacuna Coil.
Olha o resultado:



PS* Eu não disse que iria voltar com algo mais interessante...rsrsrsrs

Já estou vendo possibilidades, uma luz no fim do túnel. Por isso é bom ter contato com os amigos

O QUE EU FAÇOOOOOOOOOOOOO???

Problemas chegando, problemas se acumulando, problemas, problemas...e nenhuma solução. Caramba, quando eu acho que as coisas vão se acalmarem, uma nova avalanche de problemas desabam sobre a minha cabeça. E o pior é que eu não vejo saída. Não tenho o que fazer, estou de mãos atadas. Ah Michel, será que você é a cruz que eu terei que carregar pro resto da minha vida?
Eu não to suportando mais o peso dela...meus cabelos já estão brancos, minha testa está franzida. Eu sofro por não ter o que fazer. Se você mesmo não se ajudar, ninguem vai segurar a tua barra.
Fica difícil acreditar em você à essa altura do campeonato. Quantas vezes você nos enganou com o mesmo texto de sempre??? Com o mesmo drama...Eu quero muito te ajudar, quero muito que você mude...mas vc tem que colaborar muuuuuuuito.

Bom, chega disso. Não quero esquentar minha cabeça...mais uma vez

Talvez mais tarde eu volte pra falar sobre algo mais interessante.

quinta-feira, 17 de agosto de 2006

ELA NÃO É INCRÍVEL?!

EU NÃO SOU IDÓLATRA, MAS...
...Essa menina tá me tirando do sério.
É uma pessoa humana igual à qualquer ser que anda sobre duas pernas.
Tem uma puta cabeça, tem seus ideais, tem seus sonhos como eu, como você, como qualquer um, e, com as informações que eu tenho, com as coisas que leio sobre ela, suas entrevistas, parece ser uma pessoa simples, sem muita frescura, sem ataques de estrelismos ("é o que eu acho, mas não convivo com ela pra saber"). O fato é que eu me amarro no som, nas letras que ela escreve. É uma menina que...apesar de ser linda e super-sexy, não tá muito preocupada com isso, com o que os outros vão pensar, ou dizer à seu respeito, não está preocupada em agradar à todos. Se preocupa apenas em mostrar suas idéias, nas músicas que faz. Não nego que gostaria muito de conhece-la pessoalmente, pra trocar uma ideia, lhe cumprimentar pelo sucesso merecido, e dizer que me identifico muito com o que ela canta, e com o seu jeito de ser. E quem sabe até, pedir algumas dicas de vocalista pra vocalista, de banda pra banda... (rsrsrs)...pq não? Por isso que eu vou encher a boca pra dizer que "ELA ESTÁ SIM, ENTRE OS MEUS MAIORES ÍDOLOS". Bom, essa postagem é só pra constar minha admiração por esta menina chamada Priscila Leoni, ou Pitica, ou ainda... Pitty.

PS* Pitty, me desculpe por eu ter roubado essa fotinho do "TANGERINE", mas eu não resisti...rsrsrs.


Pra quem quizer conhecer o fotolog desta menina...clica aí:

http://www.fotolog.com/rocktipolouco

Vale a pena conferir. Mas vcs não vão poder comentar...o negócio lá é meio restrito...é só pra curtir mesmo...rsrsrs...




quarta-feira, 16 de agosto de 2006

OPS* INTERROMPEMOS NOSSA PROGRAMAÇÃO PARA EXIBIR A PROPAGANDA ESTÚPIDA E INÚTIL ELEITORAL.

COM A PALAVRA, OS MESMOS LADRÕES CARAS DE PAU DE SEMPRE, COM AS MAIS NOVAS MESMÍSSIMAS PROPOSTAS DE SEMPRE:

DROGA, VAI COMEÇAR TUUUUUUUUDO DE NOVO!!!

“TIRE UM DIA”

Por Giselle Vergna em 22/05/2004

Tire um dia pra pensar
em tudo o que você já fez.
Tire um dia pra
planejar sua vida, pra sonhar.
Tire um dia pra recordar sua infância,
lembrar de um almoço de domingo
com toda a família reunida
em volta da mesa.
Tire um dia pra sorrir,
pra rir de si mesmo,
pra rir à toa
Tire um dia pra se arrumar,
pra se olhar no espelho e se amar.
Tire um dia pra sair, passear,
caminhar por entre as árvores,
na beira de um rio, ou do mar,
ou de onde você quiser...
Tire um dia pra
tomar um banho de chuva.
Tire um dia pra brincar loucamente,
como se ainda fosse uma criança.
Tire um dia pra beijar,
pra abraçar e dizer
o quanto você ama
à uma pessoa especial.
Tire um dia pra praticar o bem,
e ajudar à quem precisa.
Tire um dia só para ouvir
as pessoas ao seu redor.
Tire um dia pra observar o céu
e ver as estrelas,
e notar os movimentos
e as infinitas formas das nuvens.
Tire um dia pra se organizar,
arrumar suas coisas.
Tire um dia de folga
por conta própria,
saia do mundo,
da realidade,
tire seus pés do chão,
só por um dia.
Tire um dia só pra você,
e viva...
um dia de cada vez...


Textinho antigo, acho até que eu já postei no outro blog, mas eu gosto desse texto, achei que vale a pena tê-lo aqui também.

terça-feira, 15 de agosto de 2006

"MARCADO PELO ABANDONO"

By Giselle Vergna (em 23/08/98)

Como irei prosseguir,
se não tenho pra onde ir?
À quem devo pedir, se não
tenho com quem contar?
Sem ninguém pra me ajudar.
Se assim continuar a ser
logo irei sucumbir, sem ter o que comer,
sem força pra correr, ou mesmo andar.
E já sem lágrimas pra chorar,
sem sonhos pra sonhar.
Isso é que é o horror,
de uma vida sem amor,
vida só de magoas e rancor.
Vida, cedo sem sabor, sem cor
Vida do desejo de sentir um beijo
dado na face,
com carinho, ternura e calor.
Estou tão marcado pelo abandono,
e sujo como papel carbono.
Já não tenho prazer em sorrir,
de tanto todos me ferir.
Ferido pela vida, bandida, errante,
Vida pra mim, ordinaria.
Cansei de bater nas portas,
todos me viraram as costas
Já fui pisoteado, mal encarado.
Hoje enfim, não sofro mais
Pois com a vida aprendi,
que a mim mesmo não devo mentir,
E apesar dos de tudo, devo sorrir,
E de lá do fundo devo emergir,
Só de emoção e felicidade devo chorar,
E não mais deixar a vida me magoar,
Pois "ela", EU devo comandar,
Pois se um dia ela me faltar,
não terei como meus erros reparar
Pois tudo será infinito, mas
só enquanto durar.


Eu sei que esse texto tá um pouco infantil, mas eu o escrevi a 8 anos...fiz algumas alterações, mas somente de algumas palavras...a idéia continua a mesma de quando eu escrevi. E na época que eu escrevi, me inspirei num menino de rua que eu entrevistei para um trabalho que eu fiz pra escola em 1997. Mas parece incrível como esse texto parece tão recente pra mim, e tem uma semelhança com o que aconteceu com o meu irmão...por isso eu resolvi postá-lo. Michel, eu amo muito você, e pode ter certeza de que o que tiver ao meu alcance, eu farei por você, só espero que você não me decepcione pela décima vez. Apesar de que eu não me canso de tentar te ajudar. As minhas esperanças não morrem enquanto eu viver.