segunda-feira, 28 de agosto de 2006

Insônia denovo...ninguém merece!!!

Não sei sobre o que falar, às 2:06 da manhã o sono me abandonou, me deixou como companhia apenas a consequencia da mistura de dezenas de copos cheios que eu fui encontrando pelo caminho ontem. Eram tantos que, eu nem sabia qual segurar, então fui esvaziando um por um...assim, eu acabei segurando e esvaziando todos(rsrsrs). Mas ontem, eu tava ocupada demais com meus lamentos pra sentir o peso da ressaca, e hoje ela veio com tudo, sem dó nem piedade. Estomago? Vish...eu nem sei se ainda tenho. Acho que eu acabei de dar descarga no restinho de estomago que eu tinha. Mas isso foi apenas um prenúncio de que não sou o centro do mundo, um prenuncio de que sou totalmente dispensável. Como me sinto agora? "Um copinho descartável, onde alguns bebem, e depois o desprezam, jogando-o no chão, um lixinho humano".
O que? Drama exagerado?
hahahahahahaha....é, talvez, mas o que posso fazer, se é assim que eu me sinto? Depois que a festa acaba, é assim mesmo.
Sabe que agora eu começo à entender pessoas como: Kurt Cobain, Janis Jopplin, Marilyn Monroe...
Calma...vamos com muita calma, isso não quer dizer nada...eu ainda estou bem, só comentei que agora eu os entendo. Descobri o que acontece quando a festa acaba...mas essa é só a primeira de várias que virão.


Mas vou ficar melhor!!!

Musiquinha do dia:

Everybody's Fool
Todos São Bobos
Evanescence

Composição: A Lee; B. Moody; D. Hodges

Perfect by nature
Perfeição da natureza
Icons of self indulgence
Ícones da própria indulgência.
Just what we all need
Exatamente o que todos nós precisamos,
More lies about a world that
Mais mentiras sobre um mundo que

Never was and never will be
Nunca foi e nunca será.
Have you no shame? Don't you see me
Você não tem vergonha? Você não me vê?
You know you've got everybody fooled
Você sabe que fez todo mundo de bobo

Look here she comes now
Veja, aí vem ela agora
Bow down and stare in wonder
Cumprimente e encare com adoração.
Oh how we love you
Oh! Como nós a amamos.
No flaws when you're pretending
Nada flui quando você está fingindo
But now i know she
Mas agora eu sei que ela

Never was and never will be
Nunca foi e nunca será.
You don't know how you've betrayed me
Você não sabe o quanto me traiu.
And somehow you've got everybody fooled
De alguma forma você faz todos de bobo

Without the mask where will you hide
Sem a máscara, nde é que você vai se esconder?
Can't find yourself
Não consegue encontrar a si mesma
Lost in your lies
Perdida em suas próprias mentiras

I know the truth now
Eu sei a verdade agora
I know who you are
Eu sei quem você é
And I don't love you anymore
E eu não te amo mais

Never was and never will be
Nunca foi e nunca será
You don't know how you've betrayed me
Você não sabe o quanto me traiu
And somehow you've got everybody fooled
Você sabe que fez todo mundo de bobo

It never was and never will be
Nunca foi e nunca será
You're not real and you can't save me
Você não é de verdade e não pode me salvar
Somehow now you're everybody's fool
De alguma forma agora você é a chacota de todos


Agora me dêem licença, vou tomar meu café da manhã...rsrsrs...(um delicioso e refrescante copo com água e sal de frutas)

E Luana, valeu pelo coment mas..."Um pouco deprimida, talvez. Depressiva, definitivamente Não"

4 comentários:

aninha disse...

oieee moxinha

vlw...

bjmmm

Luana disse...

Ow, desculpa, não disse que vc é depressiva, só disse que seu texto tava parecendo com o texto de alguém que está em depressão, mas, dexa isso pra lá. Vai por mim, não sei o que acontece com vc, mas vai passar. Eu já passei por várias crises emocionais, e foi bem difícil aprender a lhe dar cm essas situações, mas no fim, tudo se resolve. Você vai ver.

Desejo que vc tenha uma ótima semana e que a tempestade cesse no seu terreno (rs)

Beijos.

Luana disse...

Opa, esqueci de comentar a música

Eu amo Evanescence, e a letra dessa música é fantástica e totalmente verdadeira. Amo o clip também.

Dandan disse...

hehehe, entaum quer dizer que a senhorita ficou muito loca é?

Bjo menina. Se cuida, olha o vexame.