sexta-feira, 25 de setembro de 2015

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Eu acho que eu gosto mesmo de você, bem do jeito que você é...

Como eu amo seu rosto, e suas expressões. 
Amo seu jeito "sem jeito" de sorrir.
Amo quando faz aquela cara de quem não entendeu..."hã?"
E ergue as sobrancelhas, ah, como eu amo!
Amo como você sacode seus cachos e põe atrás  da orelha.
Aliás, amo aquele seu jeito de coçar as orelhas, mesmo que elas não estejam coçando.
Adoro quando você solta aquelas gargalhadas gostosas.
Não consigo ficar irritada quando do você me conta três vezes a mesma história.
Ou, quando me pergunta três vezes a mesma coisa que eu já te disse quatro vezes
Porque, eu amo até mesmo a sua falta de memória.
Não consigo ficar de mal humor quando você me liga às três da madrugda pra me dizer coisas, muitas vezes, irrelevantes, ou, que podiam esperar até o dia amanhecer, porque, sei que no fundo, você só queria ouvir minha voz. Esse é o seu jeito de dizer que queria estar comigo naquele momento, e não, apenas me ligando. É seu jeito de admitir que sente a minha falta.
Não consigo ficar com raiva quando você fura um compromisso comigo, porque, amo quando você me surpreende e aparece sem avisar, bagunçando toda a minha rotina, e interrompendo tudo o que eu estava fazendo. Amo seu jeito "sem jeito" de caminhar em minha direção. 
Amo seu jeito acelerado de falar.
Adoro quando você me conta todo empolgado, as idéias que acabou de ter.
E, amo seu entusiasmo e disposição de colocar tudo em prática ,ao mesmo tempo e agora.
E, amo mais ainda quando você me diz contar comigo nos teus planos, porque, é justamente isso que eu quero, e, porque esperei durante todo esse tempo.
Porque, eu sempre quis fazer parte dos teus planos!
Quero estar na sua vida até quando eu puder. Ao seu lado! Não à frente, não atrás, muito menos às escuras, mas, lado a lado.

(Corazon)