sexta-feira, 29 de agosto de 2008

A Saga: "Romance com Fogo"

Vejo fogo como lava em teu olhar
quando me olha daquele jeito,
cortando o meu ser de cima à baixo,
como corta a carne
a mais lânguida lâmina.
Me rasga, a volupia,
Quando me fala aquelas coisas.
"Doce Pornografia"
ao pé do meu ouvido.
Evoca minha libido
com tua boca em minha nuca.
Molha meus lábios com os teus.
Me põe úmida.
diante de toda essa luxúria.
Me provoca o mais profundo calafrio
quando se põe de joelhos para mim.
Ah...que incrível visão.
Perfeita fusão.
Dois seres, antes
um só, agora.
Deleite-se...
...meu corpo é teu,
Meu Senhor.
E eu, Sua Senhora,
tomo o seu para mim.
Deixa, amor,
que os lençóis sedentos
e invejosos absorvam
os doces fluidos deste ato.
E que vá longe a água, meu amor...
...do nosso "Romance com Fogo".

(Giselle Vergna)

*Escrevi pra você Amor...te amo "Meu Tudão"

É...agora eu vejo o quanto eu precisava de algumas horas de ócio com papel e caneta na mão.

PS* Dona Sharana, o meu gmail me contou que o seu e-mail não existe!

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

É paixão...tenho certeza!

Eu tava aqui selecionando umas fotos da minha banda pra editar e achei essa aí. Bom...e dai?
Daí que olhando pra foto, eu consigo me lembrar e sentir exatamente a mesma emoção que eu senti no dia e na hora dessa apresentação. Os calafrios, coração acelerado, mãos geladas, boca e lábios secos e trêmulos...toda vez é assim, acreditem. Mas essas sensações geralmente só duram até a segunda estrofe da primeira música. Logo a tremedeira vai embora, boca e lábios se refrescam num breve gole d'água, o corpo esquenta, o coração...bom, o coração continua à mil, e a adrenalina me deixa incrivelmente à vontade. Então os rifs invocados e excitantes da guitarra do Bodão, junto com o delicioso e inspirado two hands do Will no baixo e a bateria docemente infernal do Guto me invadem de uma forma que eu entro numa espécie de transe enquanto canto, uma fusão perfeita. Aí sim me sinto corajosa o bastante pra encarar e olhar bem no fundo dos olhos de cada um que está ali na platéia assistindo. Alguns tropeços (as vezes) entre vóz e instrumentos durante o show, confesso! Mas nada que nos faça perder a linha e o compasso. São deliciosos e divertidíssimos dois anos e meio de amor, amizade e música. Claro que nem tudo é diversão, afinal, carregar os intrumentos nas costas, ir a pé pro estúdio ensaiar, tomar chuva antes da apresentação, falta de grana pra gravar a demo, entre outras intercorrências...enfim...essa é a parte chata, mas a gente tira de letra...faz parte do nosso crescimento, e se não tiver um pouco de sofrimento, parece que não tem graça. Me sinto orgulhosa e sortuda por ter ESTES músicos comigo. É isso, meus queridos! Eu queria declarar e deixar registrada a minha paixão por vocês. E tomara que "a nossa relação" dure para sempre, pois formar a banda com vocês foi a melhor decisão que já tomei em toda a minha vida.
Já que """o que eu escrevo costuma virar realidade"""...hehehe... Tá escrito então.

Aí todo mundo vai perguntar:
-E por que não estão todos na foto?

Eu respondo:
-Porque fiquei com preguiça de editar mais três fotos...rodar photoshop num PC de 128 de RAM...vocês queriam o que? É boot toda hora!!!

Good night dear friends!

PS* Wiccana...eu? rs



terça-feira, 26 de agosto de 2008

Leia e esqueça que leu...Ou não!



Dentre todos os mistérios, o que mais me intriga são os mistérios entre o corpo e a mente. E essa coisa de matéria e alma, consciência e física.
Ontem à noite tive uma experiência súbita e única. Jamais tinha vivido algo assim. Depois de ler alguns trechinhos de um livro de WICCA (não sou wiccana, li por mera curiosidade), fui me deitar com alguns pensamentos estranhos e perturbadores de que meu corpo não me pertencia. Quando dei por mim, estava nua, e tendo um momento de luxúria comigo. Foi um momento mágico de reconhecimento, de percepção, de tato, foi totalmente diferente de uma masturbação (Nossa...não acredito que eu tô falando disso). Foi algo inexplicável, diferente, era como se não fosse eu quem estivesse me tocando, mas ao mesmo tempo, eu tive a noção exata de cada parte, cada membro, cada fio de cabelo, cada curva do meu corpo. NÃO...EU NÃO ME MASTURBEI! Eu realmente não sei como explicar a sensação real no momento em que tudo aconteceu, mas parecia que eu estava em outro plano, em outro mundo e...NÃO, EU NÃO USEI NENHUM TIPO DE ALUCINÓGENO, ÁLCOOL...NADA, E TAMBÉM NÃO FIZ NENHUM "RITUAL MÁGICO, BRUXARIA OU COISAS DO TIPO". Eu não sei porque decidi publicar sobre esse momento que foi tão íntimo, quando na verdade acho que eu deveria guardar pra mim, só pra mim. Mas quando acordei, senti que de alguma forma eu precisava falar sobre isso. Achei que seria egoísmo da minha parte não dividir essa experiência tão interessante. O Momento em que o ser humano toma consciência e percebe seu próprio corpo. Essa experiência acabou abrindo meus olhos pra vários erros que ando cometendo com meu corpo. Percebi que eu o estou maltratando. Confesso que sou meio relapsa com esse negócio de cuidar do corpo, não pratico esportes, não faço atividade física, fumo, bebo, como alimentos inadequados...não sei como ainda não sofri um enfarto. Conclusão? Bom, não tenho conclusão nenhuma, mas de agora em diante vou prestar mais atenção aos sinais que meu corpo emite, e que antes eu não percebia.

À propósito...se alguém souber me explicar o que foi isso...à vontade.

sábado, 23 de agosto de 2008

Amy Winehouse

Taí, não consigo parar de ouvir o CD dessa mulher!!! E digo mais: - Pouco me importa a vida pessoal dela...se ela quer morrer de tanto usar crack, o azar é todo "nosso", que ficaremos sem essa voz espetacular e única. Fazer o que?




You Know That I'm No Good!!!

Meet you downstairs in the bar and heard
Your rolled up sleeves and your skull T-shirt
You say "why did you do it with him today?"
And sniff me out like I was Tanqueray

'Cause you're my fella, my guy
Hand me your Stella and fly
By the time I'm out the door
You tear me down like Roger Moore

I cheated myself
Like I knew I would
I told you I was trouble
You know that I'm no good

Upstairs in bed with my ex-boy
He's in the place, but I can't get joy
Thinking of you in the final throws
This is when my buzzer goes

Run out to meet your chicks and bitter
You say when we're married, 'cause you're not bitter
There'll be none of him no more
I cry for you on the kitchen floor

I cheated myself
Like I knew I would
I told you I was troubled
You know that I'm no good

Sweet reunion, Jamaica and Spain
We're like how we were again
I'm in the tub, you're on the seat
Lick your lips as I soak my feet

Then you notice a lickle carpet burn
My stomach drops and my guts churn
You shrug and it's the worst
To truly stuck the knife in first

I cheated myself
Like I knew I would
I told you I was troubled
You know that I'm no good

I cheated myself
Like I knew I would
I told you I was troubled
Yeah, you know that I'm no good


sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Eitaaaaaaaa!!!

Vcs repararam que eu adoro repetir letrinhas, como se estivesse gritaaaaaaaando, né? Pra falar a verdade, acho essa mania muito feia. Mas o que fazer quando se quer reproduzir exatamente a expressão, mas sem poder emitir som? Sem contar a quantidade de reticências que eu uso...minha vida é uma reticência infinita...(afff, acho que isso foi uma "pérola") Enfim, deixa pra lá...to meio acelerada, com uma baita vontade de escrever, mas tenho tanta coisa na cabeça que não sei por onde começar. É que acabei de chegar em casa, tava tocando na Escola Osvaldo Aranha Bandeira de Mello aqui na Cidade Tiradentes. A escola está realizando a 1º semana do meio ambiente, e uma das atrações de hoje foi o show que fizemos junto com a banda Decanatus. Aliás, essa banda tem um projeto muito bacana, e fazem um show com a temática voltada para o meio ambiente e questões sociais, com apresentação de videos enquanto tocam, músicas próprias com letras que chamam a atenção para o que está acontecendo com a Terra, covers escolhidas à dedo e fecham o show com um recital(resumindo: tudo a ver com o que eu gosto). Eu adorei o projeto, mas como sempre, a banda Vergna foi lá pra "zuar" tudo e fazer barulho...Mas vcs acreditam que a gente foi tocar sem ensaio? Nossa! Estavamos quase um mês sem ensaio, então, encarei o som de hoje como um ensaio aberto pra galera. Pra ajudar, Will tava sem seu querido baixo de 6 cordas(está no Luthier), teve que tocar com o de 4 cordas mesmo. Mas o problema é que ele tá acostumado com o de 6, então...imaginem: Mas foi divertidíssimo, adorei o dia de hoje...acredito que mandamos bem, mesmo em condições adversas.
Acho que é por isso que eu to acelerada. Toda vez que a gente sai pra tocar, eu volto pra casa super empolgada, o problema é que eu não sei onde eu enfio tanta adrenalina. Mas é bom eu ir pra cama agora e descarregar essa adrenalina dormindo.

Fui...antes que eu mude de idéia e "resolva" passar a noite aqui na frente do PC...hmmm, isso não é nada bom, nem pra minha saúde nem pro planeta.

Boa noite!!!

Hj não tem imagem...só texto.

PS* Meu Deeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeu, quanta ansiedade, socoooooooooorro!!!

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Barulho pelo Meio Ambiente



Taê galera...a próxima barulhada que a banda Vergna vai fazer é pelo meio ambiente...entrada grátis.
Clica aê no cartaz pra ampliar e ver os detalhes...

Have fun!!!

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Vacinação Contra Raiva 2008 - São Paulo


Ai que loucura...entrei em campanha de vacinaçlão contra a raiva na segunda feira, e eu não sei o que é pior: Latidos, miados ou gritos histéricos de seus donos que ficam com dó quando vou picar seus bichinhos! Mas eles sabem que é pro bem dos animais e pro seu próprio bem.
A campanha acontece aqui em São Paulo do dia 11 ao dia 24 de Agosto das 09 às 17:00 hrs.



***Uma advertência mais do que séria aos proprietários de Pitt-Bulls e Hot-Waillers, ou qualquer outra raça agressiva: LEVEM SEUS CACHORROS COM FOCINHEIRA. Colaborem para que não hajam acidentes graves pois em dois dias de campanha aqui na Cidade Tiradentes, presenciei dois acidentes com Pitt-Bulls que graças à Deus não foram graves, mas poderiam ter sido evitados se os cães estivesses com focinheira. Sem contar que o uso dela é LEI, e o descumprimento dela, acarretará em multa para os senhores proprietários. O intuito da LEI nº 11.531/2003 não é a de aplicação de multa e sim a conscientização dos proprietários.

Pô gente...vamos evitar acidentes!!!

Bem, é isso!

...no mais:

Levem seus cães e bechanos pra vacinar...liguem no nº 156 e se informem sobre o posto de vacinação mais próximo da sua casa.

domingo, 10 de agosto de 2008

***GARAGE DAYS***


Bem, passado o inferno astral envolto à minha data de aniversário, as coisas começam a voltar pro seu eixo (eu acho). Ultimamente tenho me envolvido muito em assuntos misticos, exoterismo, mediunidade e tal...Esses são assuntos que me intrigam e me dispertam muita curiosidade.
Sem muitas novidades, por enquanto só uma das fotos da "Sessão Garage Days", são dias de ensaio no porão.

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

08 / 08 / 2008 - Aiai, é hoje!



Digamos que um desses seria perfeito pra mim hoje! Curaria essa minha melancolia de aniversariante.
Hoje acordei mais velha, e junto com mais um ano de vida, vem mais responsabilidades, mais planos, mais vontade de fazer as coisas acontecerem mais rápido por presumir que o tempo está se esgotando, vem o peso de não ter patrimônios (não que eu seja materialista, mas no fim da minha vida vou precisar de uma cova pra cair não é?). Não costumo olhar pra traz, mas, as pocas vezes que eu olho e vejo o caminho que percorri, sinto falta de ter conquistado algo que não sei o que é, mas que já deveria ter sido conquistado por mim. Bem...não sei que rumo é esse que o post tá tomando, deve ser sentimentalismo de aniversariante. Aliás..dizem que todo aniversariante passa por uma espécie de depressão melancólica no dia do seu aniversário...então, deve ser isso!

A própósito, queria comentar que foi incrível a abertura das olimpíadas na China...puta merda meu...que harmonia, que sincronia...foi tudo perfeito. Os efeitos visuais foram estupidamente INCRÍVEIS! Estou perplexa com o que vi.

Não tenho muito o que dizer hoje...tenho que correr...

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Siiiim, humana, fazer o que?



Humana(não que seja a desculpa perfeita pra tudo), cheia de intempérios, caretas, gestos e palavrões de impaciência, "*ansiosidade"(uma místura de ansiedade com ócio), cheia de razão, cheia de problemas "maiores do que os dos outros, como de costume humano". Mas enfim...eu sou humana ué! Fazer o que?

Ah gente, me desculpem pelo abandono...ando meio sem saco, um pouco relapsa, mal humorada..."temporada darkness". To meio improdutiva no quesito: Escrever.

Um dia desses eu volto!

Sorry!



*ansiosidade: Essa palavra é minha...rsrsrs!

Mais um detalhe: Os humanos sempre acham que os seus problemas são maiores e mais difíceis de resolver do que os problemas dos outros...

é, ou não é?