terça-feira, 26 de agosto de 2008

Leia e esqueça que leu...Ou não!



Dentre todos os mistérios, o que mais me intriga são os mistérios entre o corpo e a mente. E essa coisa de matéria e alma, consciência e física.
Ontem à noite tive uma experiência súbita e única. Jamais tinha vivido algo assim. Depois de ler alguns trechinhos de um livro de WICCA (não sou wiccana, li por mera curiosidade), fui me deitar com alguns pensamentos estranhos e perturbadores de que meu corpo não me pertencia. Quando dei por mim, estava nua, e tendo um momento de luxúria comigo. Foi um momento mágico de reconhecimento, de percepção, de tato, foi totalmente diferente de uma masturbação (Nossa...não acredito que eu tô falando disso). Foi algo inexplicável, diferente, era como se não fosse eu quem estivesse me tocando, mas ao mesmo tempo, eu tive a noção exata de cada parte, cada membro, cada fio de cabelo, cada curva do meu corpo. NÃO...EU NÃO ME MASTURBEI! Eu realmente não sei como explicar a sensação real no momento em que tudo aconteceu, mas parecia que eu estava em outro plano, em outro mundo e...NÃO, EU NÃO USEI NENHUM TIPO DE ALUCINÓGENO, ÁLCOOL...NADA, E TAMBÉM NÃO FIZ NENHUM "RITUAL MÁGICO, BRUXARIA OU COISAS DO TIPO". Eu não sei porque decidi publicar sobre esse momento que foi tão íntimo, quando na verdade acho que eu deveria guardar pra mim, só pra mim. Mas quando acordei, senti que de alguma forma eu precisava falar sobre isso. Achei que seria egoísmo da minha parte não dividir essa experiência tão interessante. O Momento em que o ser humano toma consciência e percebe seu próprio corpo. Essa experiência acabou abrindo meus olhos pra vários erros que ando cometendo com meu corpo. Percebi que eu o estou maltratando. Confesso que sou meio relapsa com esse negócio de cuidar do corpo, não pratico esportes, não faço atividade física, fumo, bebo, como alimentos inadequados...não sei como ainda não sofri um enfarto. Conclusão? Bom, não tenho conclusão nenhuma, mas de agora em diante vou prestar mais atenção aos sinais que meu corpo emite, e que antes eu não percebia.

À propósito...se alguém souber me explicar o que foi isso...à vontade.

2 comentários:

Fabricio Dolci disse...

ahhh, meu....comentei algumas coisas aqui que desapareceram....mas enfim...

grrrrrrrr

sharana disse...

doce inocência wiccana
boas vibrações pra ti guria, vc deveria experimentar as delicias de ser wiccana. vc deve ter um dom natural e não tem consciência disso, a experiência que vc cita, vc viveu sem ter evocado. vc recebeu a divindade Vênus, que é a deusa romana do amor e da beleza. tú devias procurar saber sobre esse dom, pode trabalhar ele se vc conhecê-lo melhor.

boas vibrações pra ti.

sharana